Deixando o website

Você está saindo do site informativo de pré-diabetes da Merck. Este link levará você a um site ao qual nossa política de privacidade não se aplica. A Merck não tem controle sobre o conteúdo desses sites ou recursos, e não tem responsabilidade por eles ou por qualquer perda ou dano que possa advir do uso deles

Eu estou em
risco?

Eu estou em
risco?

 

Como não há sintomas óbvios para o pré-diabetes, frequentemente não há razões para suspeitar que você possa ser pré-diabético.1 No entanto, existem diversos fatores que aumentam o risco de pré-diabetes. Se você reconhecer alguns destes fatores de risco em você mesmo, você deve falar com seu médico sobre suas preocupações e sobre testar seus níveis de glicemia.

Quais são os fatores de risco associados ao pré-diabetes? 2, 3, 4, 5, 6

Estar acima do peso

se você está com sobrepeso ou obeso (por ex., com um índice de massa corporal (IMC) acima de 25 kg/m2, ou acima de 23 kg/m2 para os asiáticos) existe mais pressão sobre a capacidade do organismo de utilizar a insulina para controlar adequadamente os níveis de glicemia.

 

Falta de exercício

a inatividade física pode prejudicar o controle da glicose.

 

Idade

você se encontra em risco maior de pré-diabetes se sua idade for 45 anos ou mais.

 

História familiar

se seus parentes próximos têm diabetes, é mais provável que você também esteja em risco de desenvolver diabetes ou pré-diabetes, uma vez que ambos os fatores, genético e ambiental, são importantes.

 

Histórico de diabetes gestacional

se você teve diabetes durante a gravidez ou se você deu à luz uma criança com peso superior a 4 quilos.

 

Raça e etnia

há uma prevalência mais alta de diabetes tipo 2 em certos grupos étnicos, incluindo africanos, nativos americanos, latino-americanos ou habitantes das ilhas do Pacífico/asiáticos.

 

Hipertensão

se você tem pressão arterial elevada (por ex., acima de 140/90 mmHg) você está em risco aumentado de desenvolver diabetes.

 

Níveis de colesterol

você está em risco aumentado se tiver o colesterol HDL (bom colesterol) abaixo de 35 mg/dL (0,90 mmol/L) e/ou um nível de triglicerídeos acima de 250 mg/dL (2,82 mmol/L).

 

Síndrome do ovário policístico (SOP)

a SOP ocorre quando os hormônios femininos estão fora de equilíbrio e também tem ligação com o risco aumentado de diabetes.

Que testes podem me dizer se eu sou pré-diabético?

Se você acha que está em risco de pré-diabetes, existem testes que podem ser realizados para descobrir se você é pré-diabético. Seu médico irá decidir quais testes são apropriados. Os testes mais comuns são:  

 

Glicemia de jejum

este teste verifica como os seus níveis de glicemia são mantidos após o jejum (não ter ingerido ou bebido nada, exceto água) de ao menos 8 horas. Este teste é geralmente realizado pela manhã, após o jejum durante a noite, e seu sangue é testado para avaliar o nível de glicose presente.1




Teste oral de tolerância à glicose (TOTG)

este teste mede a capacidade de seu organismo de responder à glicose. Após um jejum de 8 horas, será solicitado que você beba um líquido doce contendo uma quantidade medida de glicose (normalmente 75 g). Seus níveis de glicemia antes e 2 horas após a ingestão deste líquido (a carga de glicose) são então medidos para entender como seu organismo reage à glicose depois do jejum.1,7,8




Hemoglobina A1c (HbA1c)

quando a glicose está na corrente sanguínea, normalmente alcança os eritrócitos, que contêm uma proteína chamada hemoglobina. Estes eritrócitos são então conhecidos como 'glicados'. O teste HbA1c mede o nível desta hemoglobina glicada. Os eritrócitos costumam sobreviver por aproximadamente 4 meses antes da renovação; por este motivo, o teste de HbA1c pode ser usado para estimar precisamente seus níveis médios de glicemia ao longo dos últimos 2-3 meses. Este teste fornece uma mensuração em longo prazo do controle da glicemia. Quando este teste é realizado não há necessidade de jejum.1

 

Quais são os critérios para identificação do pré-diabetes?

Se você é pré-diabético, sua glicemia está elevada acima dos níveis normais, mas não alta o suficiente para ser diagnosticada como diabetes.1,9 O valor exato que a glicemia precisa estar elevada para ser identificada como pré-diabética varia ligeiramente nos critérios publicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela American Diabetes Association (ADA).1,10 A glicemia elevada observada no pré-diabetes aumenta o risco de diabetes tipo 2.1 Identificar o pré-diabetes agora pode ser sua chance de fazer mudanças positivas e dá a você uma segunda chance.

Durante o desenvolvimento do diabetes, a glicemia de jejum, a tolerância à glicose oral e os níveis de HbA1c aumentam.10,11 Uma vez que os níveis aumentem para os intervalos pré-diabéticos, você está em grande risco de desenvolver diabetes. Se você acha que pode ser pré-diabético, seu médico pode realizar testes para medir seus níveis de glicemia. Se você sabe seus resultados você pode inseri-los aqui...

 

Selecione um teste

Insira o valor da sua Glicose sanguínea(glicemia)

mmol/dL| mg/dL
mmol/dL
mmol/dL
mg/dl
mg/dl
%
 

DIABETES

Maior que...

Menor ou igual a ...

Pré-diabetes

Maior que ...

Menor ou igual a ...

NORMAL

DIABETES

Maior que 6,9 mmol/dL

Menor ou igual a
6,9 mmol/dL

Pré-diabetes

Maior que 5,5 mmol/dL

Menor ou igual a
5,5 mmol/dL

NORMAL

DIABETES

Maior que 125 mg/dL

Menor que 125 mg/dL

Pré-diabetes

Maior que 99 mg/dL

Menor que 99 mg/dL

NORMAL

DIABETES

Maior que 11,0 mmol/dL

Menor que 11,0 mmol/dL

Pré-diabetes

Maior que 7,7 mmol/dL

Menor que 7,7 mmol/dL

NORMAL

DIABETES

Maior que 199 mg/dL

Menor que 199 mg/dL

Pré-diabetes

Maior que 139 mg/dL

Menor que 139 mg/dL

NORMAL

DIABETES

Maior que 6,4%

Maior que 6,4%

Pré-diabetes

Maior que 5,6%

Menor ou igual a 5,6%

NORMAL

De acordo com as definições da diretriz da Associação americana de diabetes (ADA)

 


Diferenças dos critérios para detecção de pré-diabetes

 

Critérios para identificação de
pré-diabetes


Organização Mundial da Saúde (OMS)


Associação Americana de Diabetes (ADA)
glicemia de jejum alterada

6.1 - 6.9 mmol/L
(110 - 125 mg/dL)
5.6 - 6.9 mmol/L
(100 - 125 mg/dL)
Teste oral de tolerância a glicose
(TOTG; glicemia 2h após 75 g de glicose oral)
7.8 - 11.1 mmol/L
(140 - 200 mg/dL)
7.8 - 11.0 mmol/L
(140 - 199mg/dL)
HbA1c Não é considerado um teste adequado para pré-diabetes 5.7 - 6.4%




 

1. ADA. Diagnosing Diabetes and Learning About Prediabetes. Available at: http://www.diabetes.org/are-you-at-risk/prediabetes/. Accessed September 2017

2. Diabetes Care. Standards in Medical Care in Diabetes—2015. Available at: http://care.diabetesjournals.org/content/suppl/2014/12/23/38.Supplement_1.DC1/January_Supplement_Combined_Final.6-99.pdf. Accessed September 2017

3. WebMD. Risk Factors for Prediabetes. Available at: http://www.webmd.com/diabetes/risk-factors-for-prediabetes Accessed September 2017

4. NHS Choices. Type 2 diabetes - Causes. Available at: http://www.nhs.uk/Conditions/Diabetes-type2/Pages/Causes.aspx Accessed September 2017

5. WebMD. 12 Things That Make Type 2 Diabetes More Likely. Available at: http://www.webmd.com/diabetes/type-2-diabetes-guide/risk-diabetes Accessed September 2017

6. Science Daily. Inactivity linked to risk factors for Type 2 diabetes. Available at https://www.sciencedaily.com/releases/2011/08/110823165448.htm Accessed September 2017

7. WebMD. Oral Glucose Tolerance Test. Available at: http://www.webmd.com/diabetes/gestational-diabetes-guide/oral-glucose-tolerance-test#1 Accessed September 2017

8. Mayo Clinic. Glucose Tolerance Test. Available at: http://www.mayoclinic.org/tests-procedures/glucose-tolerance-test/basics/why-its-done/prc-20014814 Accessed September 2017

9. Bansal N. Prediabetes diagnosis and treatment: A review. World J Diabetes. 2015; 6(2): 296–303

10. WHO. Definition and Diagnosis of Diabetes Mellitus and Intermediate Hyperglycemia. 2006

11. Mayo Clinic. Type 2 Diabetes. Available at: http://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/type-2-diabetes/diagnosis-treatment/drc-20351199 Accessed September 2017